Conteúdo publicado há 3 meses

Ministro defende discussão sobre volta do horário de verão

O ministro de Minas e Energia, Alexandre Silveira, falou sobre a possibilidade de o governo reestabelecer o horário de verão.

O que aconteceu

Silveira disse na GloboNews que não há necessidade de retomar o horário de verão "pela necessidade energética". Inicialmente, a medida tinha como objetivo diminuir o consumo de luz no Brasil.

Ele defendeu que o governo Lula (PT) avalie a possibilidade do horário de verão para impulsionar a economia. Com um tempo extra de luminosidade no fim do dia, os consumidores seriam estimulados a frequentar comércios e bares.

A ACSP (Associação Comercial de SP) enviará ao governo um pedido defendendo a volta do horário de verão. O presidente da ACSP, Roberto Ordine, diz que o tempo extra de iluminação natural aumenta a sensação de segurança e bem-estar da população, estimulando o comércio noturno.

O horário de verão adianta os relógios em uma hora, mas foi suspenso por decreto pelo ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) em abril de 2019.

Eu defendo que, mesmo não tendo necessidade energética, o governo avalie a possibilidade do horário de verão para impulsionar a economia. Até agora, a discussão está atrelada a questão energética, mas ela tem outras repercussões, benefícios para certos setores.
Ministro Alexandre Silveira

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes