Ações chinesas sobem, mas tendência baixista persiste; Japão recua

XANGAI/TÓQUIO (Reuters) - As ações chinesas subiram nesta segunda-feira (23), mas o volume de negócios permaneceu fraco, com a tendência baixista dos mercados persistindo com o governo evitando novos estímulos.

O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, avançou 0,29%, enquanto o índice de Xangai teve alta de 0,66%.

"O pessimismo substituiu o otimismo quando o governo colocou a reestruturação, em lugar dos estímulos ou crescimento, no centro de suas políticas econômicas", disse Yu Bin, analista do Zhongtai Securities.

No restante do continente, as ações também tiveram alta após sólida sessão em Wall Street.

Mas o índice Nikkei do Japão encerrou a sessão com queda de 0,5%, com dados econômicos preocupantes e notícias de que o aumento do imposto sobre as vendas no país será implementado, acabando com as esperanças de um adiamento.

O ministro das Finanças do Japão, Taro Aso, disse ao Secretário do Tesouro dos EUA, Jack Lew, no sábado, que o Japão elevará o imposto sobre as vendas como planejado.

  • Em Tóquio, o índice Nikkei recuou 0,49%, a 16.654 pontos.
  • Em Hong Kong, o índice Hang Seng caiu 0,22%, a 19.809 pontos.
  • Em Xangai, o índice SSEC ganhou 0,66%, a 2.844 pontos.
  • O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, avançou 0,29%, a 3.087 pontos.
  • Em Seul, o índice Kospi teve valorização de 0,39%, a 1.955 pontos.
  • Em Taiwan, o índice Taiex registrou alta de 2,62%, a 8.344 pontos.
  • Em Cingapura, o índice Strais Times valorizou-se 0,11%, a 2.766 pontos.
  • Em Sydney, o índice S&P/ASX 200 recuou 0,6%, a 5.318 pontos.

(Por Samuel Shen, Pete Sweeney e Lisa Twaronite)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos