Bolsas

Câmbio

Mercados da China avançam por expectativa de estímulo e preços de commodities

HONG KONG/TÓQUIO (Reuters) - As bolsas da China avançaram nesta segunda-feira (4) uma vez que os preços mais altos das commodities e as expectativas de que Pequim adotará mais medidas de estímulos impulsionaram as ações de recursos básicos, com os investidores ampliando suas posições em meio à ampla liquidez no mercado.

O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, subiu 1,6%, tendo alcançado seu maior ganho percentual intradia em mais de um mês. O índice de Xangai teve alta de 1,9%, fechando no maior nível desde 5 de maio.

As commodities chinesas, de níquel a algodão, subiram nesta segunda-feira por expectativas de que Pequim apresentará mais medidas de estímulo para melhorar a economia.

Os mercados no restante do continente também apresentaram alta, embora a atividade tenha sido fraca diante do feriado nos Estados Unidos pelo Dia da Independência, que manterá fechados os mercados financeiros e de commodities.

  • Em Tóquio, o índice Nikkei avançou 0,6%, a 15.775 pontos.
  • Em Hong Kong, o índice Hang Seng subiu 1,27%, a 21.059 pontos.
  • Em Xangai, o índice SSEC ganhou 1,9%, a 2.988 pontos.
  • O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, avançou 1,6%, a 3.204 pontos.
  • Em Seul, o índice Kospi teve valorização de 0,4%, a 1.995 pontos.
  • Em Taiwan, o índice Taiex registrou alta de 0,26%, a 8.760 pontos.
  • Em Cingapura, o índice Straits Times valorizou-se 0,85%, a 2.870 pontos.
  • Em Sydney, o índice S&P/ASX 200 avançou 0,67%, a 5.281 pontos.

(Reportagem de Michelle Chen, Donny Kwok, Lisa Twaronite e Nichola Saminather)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos