Mercados da China recuam com dúvidas sobre estímulo monetário

XANGAI/TÓQUIO (Reuters) - As Bolsas chinesas tiveram perdas nesta sexta-feira (22), após uma autoridade do banco central lançar dúvidas sobre a possibilidade de mais cortes na taxa de juros e os investidores realizarem lucros após as altas do dia anterior.

O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, teve queda de 0,84%, enquanto o índice de Xangai recuou 0,87%. Na semana, o CSI300 perdeu 1,6%, e índice de Xangai acumulou perdas de 1,4%.

O diretor do Departamento de Pesquisa e Estatística da Banco do Povo da China, Sheng Songcheng, disse que os cortes de impostos seriam uma maneira mais eficaz de estimular a economia do que o corte de juros, informou o Business Daily Nacional nesta sexta-feira.

No restante do continente, a maioria dos mercados teve queda após resultados fracos de empresas pressionarem Wall Street.

  • Em Tóquio, o índice Nikkei recuou 1,09%, a 16.627 pontos.
  • Em Hong Kong, o índice Hang Seng caiu 0,16%, a 21.964 pontos.
  • Em Xangai, o índice SSEC perdeu 0,87%, a 3.012 pontos.
  • O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, retrocedeu 0,84%, a 3.225 pontos.
  • Em Seul, o índice Kospi teve desvalorização de 0,09%, a 2.010 pontos.
  • Em Taiwan, o índice Taiex registrou baixa de 0,48%, a 9.013 pontos.
  • Em Cingapura, o índice Straits Times valorizou-se 0,17%, a 2.945 pontos.
  • Em Sydney, o índice S&P/ASX 200 recuou 0,26%, a 5.498 pontos.

(Por Shinichi Saoshiro, Nichola Saminather e Nathaniel Taplin)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos