Bolsas

Câmbio

UE barra fusão entre Deutsche Börse e London Stock Exchange

Por Foo Yun Chee

BRUXELAS (Reuters) - Autoridades reguladoras da União Europeia (UE) barraram nesta quarta-feira o acordo de fusão entre a Deutsche Börse e a London Stock Exchange, encerrando formalmente uma operação que foi atingida pelo impacto da decisão do Reino Unido de deixar o bloco.

"Não pudemos aprovar essa fusão nos termos....propostos", disse a comissária europeia de competição, Margrethe Vestager, bloqueando o acordo de 29 bilhões de euros.

A operação daria origem à maior bolsa de valores da Europa. Mas a Comissão Europeia se opôs à fusão, dizendo que o acordo, a quinta tentativa de combinação das duas bolsas, resultaria em um monopólio no processamento de negócios com títulos.

A LSE se recusou a vender a MTS, sua plataforma de negociação de renda fixa italiana, o que removeria as preocupações das autoridades quanto ao negócio.

"Como exatamente esses mercados trabalham e os produtos negociados pode parecer ciência de foguetes", disse Vestager. "Mas na realidade nossas preocupações concorrenciais com essa fusão são muito simples", acrescentou a comissária.

"Em alguns mercados a Deutsche Börse e a London Stock Exchange proporcionam os mesmos serviços. E, em alguns desses mercados, elas são essencialmente os únicos participantes e a fusão, portanto, resultaria em um monopólio de fato", explicou Vestager.

A rejeição da UE ocorre no dia em que o governo britânico iniciou o procedimento para deixar o bloco, medida que fontes da indústria afirmaram comprometer os planos de fusão.

(Reportagem adicional de Huw Jones, em Londres, e Andreas Kroener, em Frankfurt)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos