Ações de empresas europeias expostas ao Brasil caem após denúncias contra Temer

Por Gabriela Mello

(Reuters) - As ações de empresas europeias com exposição ao Brasil operavam em baixa nesta quinta-feira, reagindo às denúncias envolvendo o presidente Michel Temer.

Na véspera, O Globo noticiou que Joesley Batista, um dos donos da JBS, gravou Temer concordando com pagamentos para manter o silêncio do ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), que está preso.

Os papéis do grupo varejista francês Casino recuavam 3,9 por cento, tendo também no radar o rebaixamento por parte da Invest Securities em meio a preocupações com a alavancagem.

As ações da operadora espanhola Telefónica perdiam cerca de 2 por cento, enquanto as da Telecom Italia caíam ao redor de 4 e as da Experian perdiam 3 por cento.

"Achamos que está relacionado às preocupações do Brasil após notícias sobre Temer", disse Paul Marsch, analista da Berenberg referindo-se à queda da Telecom Italia.

Os papéis da montadora alemã Volkswagen e da fabricante de bebidas ABInBev também trabalhavam no vermelho, com baixas de 1,5 e 2 por cento, respectivamente.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos