Bolsas

Câmbio

Protesto impede embarques de porto colombiano de Buenaventura

BOGOTÁ (Reuters) - Um protesto de residentes da cidade portuária colombiana Buenaventura impediu o embarque de centenas de toneladas de carga, disse o governo nesta quarta-feira, acrescentando que autoridades estão negociando com líderes comunitários.

A população está exigindo maior financiamento para a violenta cidade de 415 mil habitantes, muitos dos quais não têm acesso a itens básicos como água corrente. O protesto, que já dura uma semana, bloqueou estradas, impedindo a chegada de café e outros bens aos portos, e desencadeando saques em supermercados na semana passada.

A indústria cafeeira demonstrou preocupação de que a greve poderá atrasar os embarques de grãos de café arábica de alta qualidade no momento em que fortes chuvas já atrasaram a colheita.

Até agora 24.465 contêineres e 229.489 toneladas de carga ficaram presos pela greve, disse o órgão regulador de portos e transportes em nota.

O presidente Juan Manuel Santos, que também está enfrentando uma greve nacional de professores, enviou uma comissão especial a Buenaventura para negociar com líderes locais.

"Esperamos que as negociações de hoje e amanhã nos levem a soluções", disse Guillermo Rivera, vice-ministro do Interior a jornalistas. "Como já dissemos, o governo está completamente disposto a ouvir, discutir e construir soluções para os problemas enfrentados por Buenaventura."

(Por Luis Jaime Acosta)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos