Mexicana Pemex cancela contrato de US$100 mi com Odebrecht

CIDADE DO MÉXICO (Reuters) - A estatal mexicana de petróleo Pemex informou nesta terça-feira ter cancelado um contrato de 1,8 bilhão de pesos (100 milhões de dólares) com a Odebrecht para prestação de serviços em uma refinaria.

A Pemex relatou, em documento enviado a reguladores, ter notificado a Odebrecht em meados de junho que cancelaria o contrato de 2015 para serviços de engenharia, gestão de compras e construção na refinaria de Miguel Hidalgo, em Tula, no Estado mexicano de Hidalgo, após uma investigação sobre "irregularidades administrativas."

A Odebrecht admitiu, em um acordo com promotores no Brasil e nos EUA, ter pago suborno em 12 países para vencer contratos. De acordo com a Justiça norte-americana, entre 2001 e 2016, a Odebrecht pagou cerca de 788 milhões de dólares em propina no Brasil, Argentina, Colômbia, México e Venezuela, entre outros países.

No México, a construtora pagou 10,5 milhões de dólares para obter contratos públicos entre 2010 e 2014, segundo a Justiça dos EUA.

Desde que fechou acordos nos EUA, no Brasil e na Suíça, totalizando 3,5 bilhões de dólares, a Odebrecht tem buscado negociar acordos de leniência que a permitiriam continuar operando em outros países na América Latina.

(Por Noel Randewich)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos