Bolsas

Câmbio

EcoRodovias tem lucro 77% maior apoiado em alta de tráfego e pedágios

SÃO PAULO (Reuters) - O lucro líquido da EcoRodovias cresceu 77,2 por cento no segundo trimestre sobre o mesmo período do ano anterior, a 80,1 milhões de reais, apoiado em aumento de tarifas de pedágio e aumento de tráfego de veículos pesados e leves nas rodovias administradas pela companhia.

O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda), na sigla em inglês, proforma totalizou 412 milhões de reais no período, o que representa um avanço de 16,4 por cento sobre o segundo semestre de 2016.

Um dos principais destaques foi o avanço de quase 80 por cento no Ebitda da Ecovias dos Imigrantes, operadora do sistema Anchieta-Imigrantes no Estado de São Paulo, que totalizou 177,4 milhões de reais no período.

A tarifa média por veículos equivalentes pagantes de todo o grupo saltou 8,8 por cento de abril a junho na comparação anual, para 8,44 reais, puxada por altas de mais de 10 por cento na Ecosul, na Eco101 e também na Imigrantes.

A receita líquida do segmento rodoviário, que abrange sete concessões, cresceu 12 por cento no trimestre, para 571 milhões de reais. No total, a receita líquida proforma do grupo cresceu 10 por cento, para 626 milhões de reais.

Apesar do bom desempenho da área de concessões, os custos operacionais e as despesas administrativas da EcoRodovias subiram 20 por cento no total, afetados pelo segmento de construção, que teve alta de 54 por cento nos custos.

A dívida líquida também subiu, para 4,27 bilhões de reais, alta de 5,4 por cento, embora o nível de endividamento medido pela dívida líquida sobre Ebitda tenha caído de 2,7 vezes para 2,6 vezes na comparação anual.

(Por Sérgio Spagnuolo)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos