Bolsas

Câmbio

Explosão em coqueria de usina siderúrgica da Gerdau deixa 2 mortos em MG

Por Alberto Alerigi

SÃO PAULO (Reuters) - Uma explosão ocorrida na usina siderúrgica da Gerdau em Ouro Branco (MG) deixou duas pessoas mortas nesta terça-feira, informaram a companhia e o sindicato local de metalúrgicos.

A explosão ocorreu na unidade conhecida como coqueria 2, por volta das 10h, nesta terça-feira, informou o Sindicato dos Metalúrgicos de Ouro Branco (Sindob). A usina não foi paralisada após o incidente, mas a entidade informou que está mobilizando trabalhadores do segundo turno na entrada da siderúrgica.

Segundo o sindicato, a usina da Gerdau em Ouro Branco emprega cerca de 2 mil funcionários. A entidade afirmou que este é o segundo acidente grave em menos de um ano na usina. Em novembro passado, uma explosão na área de alto-forno da usina deixou quatro mortos.

O novo acidente em Ouro Branco ocorreu quase uma semana depois de o presidente-executivo da Gerdau, Andre Gerdau Johannpeter, ter afirmado que a companhia manterá neste ano os investimentos de 1,3 bilhão de reais. No primeiro semestre, a companhia investiu 432 milhões de reais ante 811,5 milhões no mesmo período do ano passado.

"Atribuímos isso (série de acidentes na usina) à pura e simplesmente falta de manutenção dos equipamentos... Não tem manutenção preventiva, estamos alertando sobre a situação na usina há dois anos", disse o presidente do Sindob, Raimundo Nonato Roque de Carvalho. Ele acrescentou que a explosão, além dos dois mortos, deixou 12 trabalhadores feridos, dos quais dois foram internados em unidade de tratamento intensivo.

Em comunicado, a Gerdau afirmou que os equipamentos da usina "estão em condições adequadas obedecendo aos padrões de segurança estabelecidos na legislação vigente".

"A usina possui um estruturado programa de manutenção que contempla atualização contínua das equipes, das práticas e dos procedimentos de manutenção", informou a Gerdau. A companhia acrescentou que está prestando assistência às famílias das vítimas e trabalhando para detectar as causas do acidente.

Segundo Carvalho, o sindicato vai avaliar a realização de manifestações no decorrer desta semana para alertar a cidade de 35 mil habitantes sobre a situação dos trabalhadores da usina.

O setor de siderurgia tem reduzido ritmo de investimentos no Brasil nos últimos anos diante da contínua retração do mercado interno e dificuldades de exportação por causa do excesso de capacidade mundial.

Acidentes com equipamentos também atingiram rivais da Gerdau nos últimos meses.

Em abril, quebra de equipamento transportador paralisou por alguns dias embarques de minério de ferro da CSN em Itaguaí, no litoral do Rio de Janeiro..

Em junho de 2016, a usina da CSN em Volta Redonda (RJ) registrou princípio de incêndio quando aço incandescente caiu fora de esteira de transporte. Em março do ano passado, quatro trabalhadores da usina da CSN morreram em incêndio na unidade.

Já na Usiminas , vazamento de gás na usina de Ipatinga (MG) deixou cinco funcionários terceirizados feridos em fevereiro do ano passado.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos