PUBLICIDADE
IPCA
0,87 Ago.2021
Topo

Ministro diz confiar que liminar que suspende leilão do pré-sal será cassada

Rodrigo Viga Gaier

27/10/2017 07h28

RIO DE JANEIRO (Reuters) - O ministro de Minas e Energia, Fernando Coelho Filho, afirmou que a Advocacia-Geral da União (AGU) vai recorrer da decisão de um juiz federal do Amazonas que suspendeu a realização dos leilões do pré-sal para exploração nas bacias de Santos e de Campos marcados para a manhã desta sexta-feira.

"Acreditamos que a decisão será cassada", disse Coelho Filho à Reuters. "Achamos que a decisão não é definitiva e que teremos um grande leilão", acrescentou.

Na noite de quinta-feira, o juiz Ricardo de Sales, da 3ª Vara Cível da Justiça Federal do Amazonas, atendeu a um pedido de uma ação popular que alegou que poderia haver "séria lesão ao patrimônio público" com a realização dos leilões com base na nova lei do pré-sal, aprovada pelo Congresso em 2016.

Basta cavar para achar petróleo?

UOL Notícias
PUBLICIDADE