Bolsas

Câmbio

Vendas do varejo devem subir 8,5% em novembro puxadas por Black Friday, diz FecomercioSP

SÃO PAULO (Reuters) - As vendas do comércio varejista paulista em novembro devem crescer 8,5 por cento na comparação anual, para 55,2 bilhões de reais, impulsionadas pela campanha promocional da Black Friday, estima a Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP).

Em comunicado nesta sexta-feira, a entidade diz que a data promocional deve "consolidar o processo de reversão do pior ciclo recessivo vivido pelo comércio, iniciado em 2014 e que perdurou até 2016".

A expectativa é de que o setor de autopeças e acessórios seja um dos mais beneficiados, com alta de 19,9 por cento nas vendas em novembro, seguido pelo de eletrodomésticos, eletrônicos e lojas de departamento, onde o faturamento deve aumentar 14,5 por cento, segundo a FecomercioSP.

Para o setor de móveis e decoração, espera-se elevação de 13,5 por cento nas vendas este mês.

(Por Gabriela Mello)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos