Bolsas

Câmbio

Crescimento econômico da China no 4º tri supera expectativas

Kevin Yao e Elias Glenn

PEQUIM (Reuters) - A economia da China cresceu mais rápido do que o esperado no quarto trimestre em relação ao ano anterior, ajudada pela recuperação no setor industrial, um mercado imobiliário resiliente e pelo forte crescimento das exportações.

Dados oficiais divulgados nesta quinta-feira (18) mostraram que o crescimento entre outubro e dezembro sobre o mesmo período do ano anterior foi de 6,8%, inalterado em relação ao terceiro trimestre e acima das expectativas de analistas de 6,7%.

A expansão em 2017 como um todo acelerou para 6,9% sobre 2016, a primeira aceleração anual do ritmo de crescimento da economia desde 2010.

Leia também:

Autoridades chinesas têm tentado conter os riscos financeiros e desacelerar o forte acúmulo de dívida sem afetar o crescimento econômico.

Meta superada

A segunda maior economia do mundo superou com facilidade a meta do governo de expansão de cerca de 6,5% em 2017 e acelerou o ritmo sobre os 6,7% registrados em 2016, que foi o mais fraco em 26 anos.

"O crescimento da China está bastante saudável", disse Iris Pang, economista do ING.

No quarto trimestre o PIB avançou 1,6% em relação aos três meses anteriores, contra 1,8% no período entre julho e setembro, informou a Agência Nacional de Estatísticas.

Apesar do forte crescimento, há sinais de enfraquecimento da economia uma vez que as empresas enfrentam custos de empréstimo mais altos e o governo tenta conter o crédito.

O crescimento do investimento em ativos fixos caiu para o ritmo mais fraco desde 1999 de 7,2% no ano passado.

Como é difícil encontrar um produto "Made In Brazil" no comércio local

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos