ipca
-0,09 Ago.2018
selic
6,5 19.Set.2018
Topo

Arábia Saudita eleva exportação de refinados para compensar cortes em petróleo

19/01/2018 13h10

Por Ron Bousso

LONDRES (Reuters) - A parcela das exportações da Arábia Saudita composta por derivados de petróleo aumentou constantemente ao longo de 2017, compensando uma queda nas vendas de petróleo no exterior, com o reino cumprindo um acordo global para cortes de oferta, informou a Agência Internacional de Energia nesta sexta-feira.

A Arábia exportou 6,9 milhões de barris por dia (bpd) de petróleo em outubro, queda de cerca de 760 mil bpd em relação ao ano anterior, informou a agência em seu relatório mensal, citando dados da Joint Organization Data Initiative (JODI).

Mas, ao mesmo tempo, as exportações de produtos refinados, como diesel, gasolina e combustível de aviação, aumentaram 155 mil bpd em relação ao ano anterior, elevando o total de exportações líquidas para 8,5 milhões de bpd em outubro.

Embora o volume total seja menor em relação ao ano anterior, a participação dos produtos refinados representou 19 por cento das exportações totais em outubro, em comparação com cerca de 13 por cento no ano anterior.

A Arábia Saudita investiu em uma série de grandes refinarias nos últimos anos, a fim de atender a crescente demanda doméstica e vender produtos no exterior, tirando proveito de seus grandes recursos em petróleo.

A Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) concordou em reduzir a produção em 2017 e posteriormente decidiu manter os cortes de produção para todo o ano de 2018 para ajudar a reduzir as reservas de petróleo nos países industrializados da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) para a média de cinco anos.

(Por Ron Bousso)

Mais Economia