ipca
-0,09 Ago.2018
selic
6,5 19.Set.2018
Topo

Ação da PagSeguro estreia em alta de mais de 30% nos EUA

24/01/2018 14h55

SÃO PAULO (Reuters) - A empresa de meios de pagamento eletrônico PagSeguro estreou em forte alta na bolsa de Nova York nesta quarta-feira, exibindo valorização de mais de 30 por cento, após precificar sua oferta pública inicial (IPO) na véspera acima da faixa indicativa.

Às 14:54, as ações da empresa controlada pelo portal de Internet Universo Online subiam 33,6 por cento, cotadas a 28,77 dólares. A faixa indicativa de preço do IPO era de 17,50 a 20,50 dólares.

O IPO movimentou cerca de 2,3 bilhões de dólares e foi a maior oferta inicial de empresa brasileira desde abril de 2013, quando o Banco do Brasil listou sua unidade de seguros e previdência BB Seguridade.

Na véspera, fonte com conhecimento do assunto afirmou que a demanda de investidores pelas ações da PagSeguro foi cerca de 10 vezes maior que a oferta. A forte demanda permitiu que os coordenadores da operação elevassem a oferta em 35 por cento.

A PagSeguro compete com empresas como Cielo, de Banco do Brasil e Bradesco; e Rede, do Itaú Unibanco.

Outra rival da PagSeguro, a Stone Pagamentos, está planejando um IPO em Nova York, com expectativa de realizar a operação no segundo semestre deste ano, afirmaram fontes à Reuters na semana passada. Na ocasião, as fontes afirmaram que a empresa aguardava a precificação do IPO da PagSeguro para prosseguir com os planos de oferta de ações.

A PagSeguro apresentou o pedido de IPO no final de dezembro. Na ocasião, a empresa citou no prospecto que teve lucro líquido de 290 milhões de reais nos nove meses encerrados no final de setembro, três vezes acima do resultado positivo de um ano antes. Em 2016 como um todo, a PagSeguro teve lucro líquido de 127,8 milhões de reais, ante 35,5 milhões em 2015.

A empresa afirmou no documento que pretende usar os recursos da oferta para "aquisições seletivas" e investimentos na operação, algo que inclui tecnologias e produtos complementares.

(Por Alberto Alerigi Jr.)

Mais Economia