Bolsas

Câmbio

Boeing prevê forte aumento em lucro e entrega de aeronaves em 2018

Alwyn Scott

NOVA YORK (Reuters) - A Boeing projetou nesta quarta-feira (31) um lucro anual bem acima das estimativas de Wall Street, prevendo um ano mais movimentado para as entregas de jatos, o que impulsionou as ações da maior fabricante mundial de aeronaves em mais de 5% no pré-mercado.

A companhia disse que planeja entregar entre 810 e 815 aeronaves comerciais em 2018, um volume 6,8% maior que o recorde do setor de 763 jatos em 2017, colocando-se à frente da rival europeia Airbus.

Leia também:

Ajudada por forte demanda por jatos, a Boeing estima que o lucro das operações principais suba para US$ 13,80 a US$ 14 por ação em 2018, acima da projeção média de analistas de US$ 11,96 por ação, de acordo com a Thomson Reuters.

No quarto trimestre, o lucro da Boeing quase dobrou para US$ 4,80 por ação, de US$ 2,47 por ação no mesmo período um ano antes, impulsionado pela crescente produção de aeronaves e por um ganho atrelado a mudanças na lei tributária dos EUA.

A empresa apurou um ganho extraordinário de US$ 1,74 por ação devido à redução dos impostos nos EUA, convertida em lei no mês passado. Sem considerar esse ganho, o lucro da Boeing foi de US$ 3,06 por ação, acima dos US$ 2,89 por ação esperados por Wall Street.

A Boeing ainda prevê que seu fluxo de caixa operacional, medida importante do desempenho financeiro da companhia, suba para cerca de US$ 15 bilhões em 2018, ante US$ 13,34 bilhões em 2017.

(Reportagem adicional de Ankit Ajmera em Bengaluru)

Para ser piloto da Esquadrilha da Fumaça, precisa ter 1.500 horas de voo

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos