Bolsas

Câmbio

BC da Índia mantém taxa de juros em 6% e viés neutro

MUMBAI (Reuters) - O banco central da Índia deixou inalterada sua principal taxa de juros nesta quarta-feira pela terceira vez seguida e manteve o viés "neutro", alertando que vai monitorar de perto a inflação mas também afirmando que o crescimento econômico precisa ser estimulado.

Dos 60 economistas consultados em pesquisa da Reuters, 58 esperavam que a taxa de recompra seria mantida em 6 por cento, nível mais baixo desde novembro de 2010. A taxa de recompra reversa foi mantida em 5,75 por cento.

A decisão foi tomada após a alta dos preços de petróleo e alimentos ter elevado a inflação anual ao consumidor da Índia à máxima de 17 meses de 5,21 por cento em dezembro, bem acima da meta de 4 por cento do banco central.

A expectativa é de que a inflação acelere ainda mais após o orçamento do governo apresentado na semana passada ter ampliado a meta de déficit fiscal para o ano fiscal que começa em abril, para ajudar a financiar o forte aumento dos gastos em áreas rurais e no setor de saúde.

O banco central disse esperar uma taxa anual de inflação de 5,1 por cento no trimestre entre janeiro e março, que deve ir a algo entre 5,1 e 5,6 por cento no primeiro semestre do ano fiscal que começa em abril devido a fatores como os preços mais elevados do petróleo, destacando que os riscos estão voltados para cima.

"Existe...necessidde de vigilância em torno do cenário de inflação nos próximos meses", disse.

(Reportagem de Rafael Nam e Suvashree Choudhury; reportagem adicional de Swati Bhat)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos