PUBLICIDADE
IPCA
+0,83 Mai.2021
Topo

Crescimento da indústria na China desacelera para mínima em um ano e meio, mostra PMI oficial

28/02/2018 07h14

PEQUIM (Reuters) - O crescimento do setor industrial da China desacelerou em fevereiro para o ritmo mais fraco em mais de um ano e meio, levantando preocupações de um enfraquecimento mais forte do que o esperado da economia neste ano conforme reguladores apertam o controle aos riscos financeiros.

A fraqueza foi determinada por interrupções na atividade empresarial devido ao feriado do Ano Novo Lunar e a restrições na produção diante de regras mais duras contra a poluição, mas existem preocupações de uma maior perda de força.

O Índice de Gerentes de Compras (PMI, na sigla em inglês) oficial de indústria divulgado nesta quarta-feira caiu a 50,3 em fevereiro de 51,3 em janeiro. Ainda assim, permaneceu acima da marca de 50 que separa crescimento de contração pelo 19º mês seguido.

A forte queda, entretanto, pode levantar preocupações para os líderes chineses no momento em que se preparam para o início do Congresso Nacional do Povo, na próxima semana, em que Pequim apresentará suas metas econômicas para este ano.

Analistas consultados pela Reuters esperavam um recuo apenas leve para 51,2.

O subíndice de novas encomendas para exportação recuou a 49,0, nível mais baixo em ao menos um ano, uma vez que o iuan se apreciou contra o dólar.

O índice de produção foi a 50,7 de 53,5 em janeiro depois de o feriado do Ano Novo Lunar ter afetado a atividade das indústrias.

Já o PMI do setor de serviços desacelerou para o nível mais baixo desde outubro de 54,4, contra 55,3 em janeiro.

(Reportagem de Stella Qiu e Elias Glenn)