Bolsas

Câmbio

China diz que irá atuar para defender seus interesses ante tarifas dos EUA

PEQUIM (Reuters) - A China vai adotar medidas para proteger seus interesses se as medidas comerciais dos Estados Unidos afetarem o país, afirmou em comunicado nesta sexta-feira o Ministério do Comércio chinês.

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, anunciou na quinta-feira que adoará uma tarifa de 25 por cento sobre o aço importado e de 10 por cento sobre o alumínio para proteger os produtos norte-americanos.

"A China espera que os EUA respeitem o sistema de comércio multilateral e mantenham uma ordem comercial normal com o resto do mundo", disse Wang Hejun, diretor da Agência de Solução e Investigação Comercial, no comunicado.

"A maioria dos produtos de aço e alumínio importados pelos EUA são de média ou baixa tecnologia e que não prejudicaram a segurança nacional do país", disse Wang.

(Por Muyu Xu e Josephine Mason)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos