Bolsas

Câmbio

Ibovespa fecha em queda com piora de Petrobras e queda de Gerdau

Por Paula Arend Laier

SÃO PAULO (Reuters) - O principal índice de ações da B3 fechou em queda nesta terça-feira, revertendo ganhos registrados mais cedo, com a piora das ações da Petrobras e a queda de mais de 4 por cento dos papéis preferenciais da Gerdau entre as maiores pressões negativas.

O Ibovespa <.BVSP> caiu 0,43 por cento, a 85.653 pontos, após ter avançado 1 por cento na máxima da sessão, a 86.930 pontos. O giro financeiro somou 10,97 bilhões de reais.

O mercado acionário brasileiro acompanhou, de modo geral, as bolsas em Nova York durante boa parte da sessão, descolando um pouco apenas no final, com o S&P 500 <.SPX> encerrando com acréscimo de 0,26 por cento, a 2.728 pontos.

DESTAQUES

- GERDAU PN caiu 4,39 por cento, diante da visão de que uma eventual sobretaxa no aço importado pelos Estados Unidos não seja tão dura como sinalizado recentemente pela administração de Donald Trump. A empresa, que tem operação naquele país, se beneficiaria da medida. A menor preocupação nesse sentido beneficiou USIMINAS PNA , que subiu 4,13 por cento. Um movimento mais agressivo dos EUA poderia gerar um excesso de oferta e pressionar preços.

- PETROBRAS PN e PETROBRAS ON recuaram 0,99 e 0,67 por cento, respectivamente, revertendo ganhos verificados mais cedo, com agentes financeiros receosos após comentários do ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, de que o governo está discutindo nova política de preços com a companhia, de maneira que um aumento no mercado internacional não venha a prejudicar o consumidor e, por outro lado, uma queda muito grande não faça o mesmo com a estatal.

- VALE ON fechou em baixa de 0,48 por cento, tendo como pano de fundo o recuo dos preços do minério de ferro na China <.IO62-CNO=MB>. Também o conselho de administração da Litel Participações, que reúne fundos de pensão acionistas da Vale, apresentou uma proposta para redução do seu capital social em 5,6 bilhões de reais, por meio da entrega a seus sócios de 201,14 milhões ações ordinárias da mineradora.

- BRF ON perdeu 2,46 por cento, após despencar quase 20 por cento na segunda-feira, ainda penalizada pelos temores ligados aos potenciais impactos da operação da Polícia Federal na véspera, que investiga irregularidades na análise sanitária de produtos alimentícios. Analistas do Bank of America Merrill Lynch cortaram a recomendação dos papéis para "neutra", citando potenciais dados para a reputação da companhia, restrições sanitárias e impacto em receitas e custos.

- MINERVA , que não está no Ibovespa, caiu 6,45 por cento, maior declínio do índice Small Caps <.SMLL>, após resultado trimestral, com alguns analistas citando números mais fracos do que o esperado e destacando negativamente a queima de caixa pela companhia nos últimos três meses de 2017. Do setor, MARFRIG , que está no Ibovespa, caiu 4,31 por cento.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos