PUBLICIDADE
IPCA
0,24 Ago.2020
Topo

Dólar sobe e vai ao patamar de R$3,41 seguindo exterior

20/04/2018 11h56

Por Claudia Violante

SÃO PAULO (Reuters) - O dólar subia nesta sexta-feira e já operava no nível de 3,41 reais, acompanhando a trajetória da moeda norte-americana ante outras divisas no exterior em dia de agenda esvaziada, e com os investidores de olho no noticiário político local.

Às 11:55, o dólar avançava 0,61 por cento, a 3,4122 reais na venda, depois de bater 3,4193 reais na máxima do dia. O dólar futuro tinha alta de cerca de 0,90 por cento.

"O dólar está mais forte no mundo e, aqui, estamos trabalhando totalmente voltados para o exterior", afirmou o analista econômico da gestora Rio Gestão, Bernard Gonin.

No exterior, o dólar subia ante uma cesta de moedas, com destaque o euro antes da reunião do Banco Central Europeu (BCE) na próxima semana, quando as autoridades devem sinalizar que não haverá mudanças na política monetária.

O dólar também operava em alta ante moedas de países emergentes e exportadores de commodities por conta da queda nos preços do petróleo e de commodities metálicas, como o dólar australiano, o rand sul-africano e a lira turca.

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, criticou a Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) nesta sexta-feira por cortes de produção que ajudaram a elevar os preços da commodity e disse que essa ação não será tolerada. Após o tuíte do presidente dos EUA, o petróleo Brent e o WTI passaram a cair.

Internamente, o mercado seguia monitorando o noticiário sobre o cenário político e articulações para o pleito de outubro.

O Banco Central vendeu todo o lote de 3,4 mil swaps cambiais tradicionais, equivalentes à venda futura de dólares, rolando 1,7 bilhão de dólares do total de 2,565 bilhões de dólares que vence em maio.

Se mantiver esse volume diário e vendê-lo integralmente, o BC rolará o valor total dos swaps que vencem no próximo mês.

(Edição de Patrícia Duarte)