PUBLICIDADE
IPCA
1,35% Dez.2020
Topo

Dólar mais forte ajuda no crescimento do Brasil, diz Guardia à Bloomberg

23/04/2018 14h10

BRASÍLIA, 23 Abr (Reuters) - O ministro da Fazenda, Eduardo Guardia, afirmou nesta segunda-feira (23) que a recente alta do dólar frente ao real é um fator que auxilia no crescimento econômico do Brasil ao tornar os produtos nacionais mais competitivos no exterior.

Questionado se, diante desse cenário no câmbio, contava com exportações mais baratas para ajudar na retomada da atividade, ele respondeu que "este é um outro impulso importante para o crescimento", afirmou ele em inglês durante entrevista à Bloomberg TV.

Leia também:

"Nós temos que ter mais integração com a economia internacional, temos que importar mais, exportar mais, nos tornarmos mais abertos. Isso, é claro, vai nos ajudar a sustentar um crescimento daqui para frente e também melhorar nossa produtividade", acrescentou ele, em entrevista em inglês.

A respeito da escalada das tensões comerciais entre Estados Unidos e China, Guardia afirmou que o Brasil pode até se beneficiar em algumas discussões específicas, "em uma ou outra disputa". Mas ressaltou que o que o país "realmente quer" é evitar o protecionismo.

O ministro reiterou ainda que o governo segue acreditando num crescimento de 3% para a economia brasileira neste ano, beneficiado pela redução da taxa básica de juros, hoje na mínima histórica de 6,5% ao ano.

Ecoando discursos recentes, Guardia voltou a dizer que a privatização da Eletrobras e o leilão de petróleo de áreas do pré-sal são prioridades para este ano, e que a reforma da Previdência é imprescindível para as contas públicas.

(Por Marcela Ayres; Edição de Patrícia Duarte)