Bolsas

Câmbio

TST declara ilegal greve dos petroleiros marcada para 4ª, diz AGU

SÃO PAULO (Reuters) - O Tribunal Superior do Trabalho (TST) declarou ilegal a greve dos petroleiros marcada para quarta-feira, disse a Advocacia-Geral da União em comunicado nesta terça-feira, acrescentando que foi estipulada multa diária de 500 mil reais pelo descumprimento da decisão.

"A Advocacia-Geral da União (AGU) informa que o Tribunal Superior do Trabalho acaba de atender a pedido de declaração de ilegalidade da greve dos petroleiros, marcada para iniciar nesta quarta-feira", afirmou a AGU em comunicado.

Os petroleiros anunciaram a paralisação contra o que afirmam ser um processo de privatização da Petrobras, assim como contra a política de preços adotada pela estatal. Os petroleiros reivindicam também a demissão do presidente da Petrobras, Pedro Parente.

(Por Eduardo Simões)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos