ipca
0,48 Set.2018
selic
6,5 19.Set.2018
Topo

Prévia da confiança da indústria indica queda em junho com deterioração da avaliação atual, diz FGV

21/06/2018 08h43

SÃO PAULO (Reuters) - A prévia do Índice de Confiança da Indústria (ICI) do Brasil indicou deterioração em junho diante de uma piora expressiva da percepção sobre o cenário atual, na esteira da greve dos caminhoneiros no final do mês passado, apontou a Fundação Getulio Vargas (FGV) nesta quinta-feira.

A prévia do ICI apontou recuo de 1,4 ponto no mês, para 99,7 pontos. A leitura foi resultado da queda de 6,2 pontos no Índice da Situação Atual (ISA), para 94,4 pontos.

Esse resultado compensou o ganho de 3,3 pontos no Índice de Expectativas (IE), que foi a 104,9 pontos.

"Entre os aspectos positivos está a normalização gradual das atividades produtivas ao longo do mês. Entre os negativos, a piora percebida da qualidade da política econômica e a maior proximidade das eleições", afirmou em nota a coordenadora da Sondagem da Indústria da FGV IBRE, Tabi Thuler Santos.

Ela ainda destacou que o aumento da incerteza econômica após a paralisação dos caminhoneiros do final de maio pode fazer com que o resultado final da pesquisa seja mais distante da prévia que de costume. A leitura final da pesquisa será divulgada em 29 de junho.

Após registrar estabilidade em abril e maio, a preliminar do Nível de Utilização da Capacidade Instalada da Indústria aponta uma redução de 0,2 ponto percentual, para 76,3 por cento.

A produção industrial brasileira cresceu 0,8 por cento em abril na comparação com o mês anterior, resultado acima do esperado porém em um ritmo que está em risco após a greve dos caminhoneiros.

A paralisação prejudicou o abastecimento de combustíveis, alimentos e outros insumos em todo o país, afetando a atividade econômica.

(Por Stéfani Inouye)

Newsletters

Receba dicas para investir e fazer o seu dinheiro render.

Quero receber

Mais Economia