PUBLICIDADE
IPCA
0,24 Ago.2020
Topo

Alemanha chega a acordo sobre expansão em renováveis, diz SPD

31/10/2018 14h03

BERLIM (Reuters) - O partido da chanceler alemã Angela Merkel, União Democrata Cristã (CDU), e seus parceiros do Partido Social-Democrata (SPD) concordaram em manter sua promessa de acelerar a expansão das energias renováveis no país, encerrando meses de disputas sobre o tema, disse uma porta-voz do SPD nesta quarta-feira.

A energia renovável é um dos mais importantes passos nos planos da Alemanha de se tornar uma economia de baixo carbono, parte do comprometimento do país em ajudar a conter o aquecimento global.

Como parte desses esforços, o governo alemão concordou em janeiro com um plano para leilões adicionais para a contratação de 4 gigawatts em usinas solares fotovoltaicas, 4 gigawatts em eólicas onshore e uma meta ainda não definida para eólicas offshore em 2019 e 2020, além de seus leilões regulares.

O plano foi desenhado para ajudar o país a atingir uma meta de 65 por cento de participação de renováveis em sua matriz elétrica até 2030, comparado a 36 por cento atualmente. Outras medidas também estão previstas. A capacidade adicional em renováveis reduziria as emissões de dióxido de carbono do país em entre 8 milhões e 10 milhões de toneladas por ano.

A porta-voz do SPD não forneceu maiores detalhes.

Ela disse que o acordo sobre os leilões para 8 gigawatts adicionais foi alcançado no final da terça-feira, após diversos encontros de alto nível nas últimas semanas em que foram discutidos diferentes detalhes do plano.

"Conseguimos um avanço. Os leilões adicionais para renováveis poderão acontecer", disse o vice-líder de uma ala parlamentar do SPD, Matthias Miersch, em um comunicado.

(Por Thorsten Severin)