ipca
-0,21 Nov.2018
selic
6,5 31.Out.2018
Topo

StanChart sinaliza impacto de guerra comercial após informar lucro trimestral acima do esperado

31/10/2018 13h32

Por Sumeet Chatterjee e Lawrence White

HONG KONG/LONDRES (Reuters) - Os principais mercados do Standard Chartered em países emergentes enfrentam crescentes riscos com a escalada da guerra comercial entre China e Estados Unidos, advertiu o banco nesta quarta-feira após informar lucro trimestral acima do esperado.

Os comentários sobre o comércio global refletem um tom mais pessimista do que a declaração do StanChart com foco na Ásia em julho, na qual o presidente-executivo Bill Winters disse ver um impacto mínimo do atrito sino-americano no desempenho do banco.

O credor britânico de 150 anos é particularmente sensível a essas tensões, dado seu foco no financiamento do comércio na Ásia, África e outras partes do mundo.

O lucro antes de impostos do StanChart para o terceiro trimestre subiu 31 por cento ano a ano, a 1,1 bilhão de dólares, superando as previsões de analistas de 978 milhões. O desempenho foi ajudado por uma redução nos empréstimos inadimplentes, enquanto uma receita pior do que o esperado de 3,7 bilhões de dólares demonstrou a luta contínua para aumentar a receita.

"A escalada da tensão comercial e outros fatores macroeconômicos estão afetando o sentimento nos mercados emergentes", disse StanChart numa das mais sombrias previsões sobre a questão feita por um banco global.

As duas maiores economias do mundo já estão travando uma guerra tarifária, com impostos norte-americanos sobre 250 bilhões de dólares em bens chineses e tarifas de Pequim sobre 110 bilhões de dólares em bens dos EUA.

O rival HSBC registrou alta surpriendente de 28 por cento no lucro do terceiro trimestre e disse que o impacto da guerra comercial "ainda não se manifestou".

(Por Sumeet Chatterjee e Lawrence White)

Mais Economia