PUBLICIDADE
IPCA
0,24 Ago.2020
Topo

PGR diz que pagamentos em espécie a Pezão somam mais de R$39 milhões em valores atualizados

29/11/2018 07h42

BRASÍLIA (Reuters) - O governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão, preso nesta quinta-feira pela Polícia Federal, recebeu pagamentos em espécie que totalizam o equivalente a 39 milhões de reais em valores atualizados, quantia que foi alvo de sequestro determinado pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ), informou a Procuradoria-Geral da República (PGR).

A PGR, que apresentou a petição ao STJ que resultou na prisão de Pezão em um desdobramento da operação Lava Jato, disse em nota que o governador integra núcleo político de uma organização criminosa que cometeu vários crimes contra a administração pública, com destaque para corrupção e lavagem de dinheiro.

Além de Pezão, outras oito pessoas tiveram a prisão decretada por envolvimento no esquema, incluindo secretários do governo estadual fluminense, empresários e pessoas ligadas a Pezão.

(Por Ricardo Brito)