PUBLICIDADE
IPCA
0,64 Set.2020
Topo

Macron pede para que China e UE fortaleçam o multilateralismo

26/03/2019 09h55

PARIS (Reuters) - O presidente francês, Emmanuel Macron, disse nesta terça-feira que a competição entre a União Europeia e a China não deve levar a um colapso nos sistemas de comércio mundial ou a isolacionismo político, já que a China prometeu trabalhar lado a lado com a Europa.

Macron, que convidou a chanceler alemã, Angela Merkel, e o presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, para um diálogo com Xi Jinping em Paris, disse que quer construir uma estrutura de comércio multilateral mais justa e equilibrada com a China.

"Devemos mostrar através de ações que a cooperação traz mais do que confronto e que temos mais a ganhar através da abertura do que fechando portas", disse Macron.

O líder francês buscou criar uma frente europeia unificada para enfrentar os avanços chineses no comércio e na tecnologia e promover um relacionamento mais equilibrado com Pequim, e pediu nesta terça-feira uma parceria com a China baseada na confiança.

Xi tentou tranquilizar Macron, dizendo que a cooperação é a principal tendência na relação sino-europeias, mesmo que os dois lados tenham suas diferenças e haja competição entre si.

"A cooperação é maior do que a concorrência. Devemos aumentar a energia positiva", disse Xi. "Estamos trabalhando lado a lado e ajudando uns aos outros, e não devemos estar sempre preocupados em vigiar nossas costas com desconfiança enquanto avançamos".