PUBLICIDADE
IPCA
0,64 Set.2020
Topo

Cielo corta dividendos para investir mais contra concorrência, diz CEO

25/05/2019 13h49

Por Carolina Mandl

SÃO PAULO (Reuters) - A Cielo decidiu cortar dividendos para aumentar investimentos num mercado competitivo, disse neste sábado o presidente-executivo da empresa, Paulo Caffarelli.

Na sexta-feira, a Cielo anunciou corte no percentual de lucro pago como dividendos de 70% para 30%, e extinguiu "guidance”, ou estimativas, para os lucros em 2019.No ano passado, a empresa havia pago 106% de seu lucro em dividendos.

Em entrevista por telefone à Reuters no sábado, Caffarelli disse que a Cielo quer aumentar investimentos em tecnologia, desenvolver novos serviços e produtos e até fazer aquisições. Caffarelli não deu detalhes sobre possíveis alvos de aquisição.

"Queremos aumentar nosso caixa para enfrentar um mercado cada vez mais competitivo”, disse o executivo. No primeiro trimestre, a Cielo aumentou sua participação de mercado pela primeira vez desde meados de 2017.

A decisão da Cielo, maior credenciadora de cartões do Brasil, demonstra o forte aumento de concorrência no mercado de adquirência de cartões, com novas empresas como PagSeguro e StoneCo aumentando suas participações de mercado em relação a empresas tradicionais.