PUBLICIDADE
IPCA
1,35% Dez.2020
Topo

Índice da China fecha na máxima de 8 meses com menor preocupação sobre Oriente Médio

07/01/2020 07h35

XANGAI (Reuters) - O principal índice acionário da China fechou no nível mais alto em mais de oito meses nesta terça-feira, retomando os ganhos provocados pelas expectativas de um cenário comercial melhor e mais suporte de política monetária, em meio ao alívio das tensões no Oriente Médio.

O índice de Xangai fechou com alta de 0,69%, no patamar mais elevado de fechamento desde 25 de abril de 2019.

Já o índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, teve ganho de 0,75%, no maior fechamento desde 5 de fevereiro de 2018.

O subíndice do setor financeiro ganhou 0,61%, o de consumo subiu 2,15%, o imobiliário avançou 0,85% e o de saúde saltou 1,4%.

Os investidores mostravam alívio já que não houve intensificação imediata nas tensões entre os Estados Unidos e o Irã.

. Em TÓQUIO, o índice Nikkei avançou 1,60%, a 23.575 pontos.

. Em HONG KONG, o índice HANG SENG subiu 0,34%, a 28.322 pontos.

. Em XANGAI, o índice SSEC ganhou 0,69%, a 3.104 pontos.

. O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em XANGAI e SHENZHEN, avançou 0,75%, a 4.160 pontos.

. Em SEUL, o índice KOSPI teve valorização de 0,95%, a 2.175 pontos.

. Em TAIWAN, o índice TAIEX registrou baixa de 0,61%, a 11.880 pontos.

. Em CINGAPURA, o índice STRAITS TIMES valorizou-se 0,90%, a 3.247 pontos.

. Em SYDNEY o índice S&P/ASX 200 avançou 1,35%, a 6.826 pontos.

(Reportagem de Andrew Galbraith)