PUBLICIDADE
IPCA
0,24 Ago.2020
Topo

Ryanair eleva previsão de lucro após boa temporada de final de ano

Kevin Coombs
Imagem: Kevin Coombs

10/01/2020 10h08

Por Padraic Halpin

DUBLIN (Reuters) - A Ryanair elevou sua previsão de lucro para o ano inteiro nesta sexta-feira, depois de um desempenho melhor do que o esperado na temporada de fim de ano, impulsionando as ações de outras companhias aéreas, conforme analistas disseram que a previsão é um bom sinal para o setor.

A maior operadora de baixo custo da Europa espera um lucro entre 950 milhões e 1,05 bilhão de euros para o seu ano financeiro que termina em março, contra a faixa de 800 a 900 milhões de euros prevista em novembro.

As ações da Ryanair subiam quase 8% nesta manhã, com as outras companhias aéreas de baixo custo, como Easyjet e Wizz Air subindo 3,7% e 6,2%. As ações da IAG , proprietária da British Airways, também ganhavam 4,6%.

A Ryanair disse que as reservas antecipadas para o período entre janeiro a abril estavam 1% acima deste período do ano passado, o que significa que a venda de passagens do quarto trimestre fiscal está ligeiramente acima do esperado.

O número de passageiros no ano inteiro aumentará para 154 milhões em comparação aos 153 milhões estimados anteriormente, acrescentou.

FATOR 737 MAX

A Ryanair reduziu no mês passado sua previsão de tráfego para o ano fiscal encerrado em 31 de março de 2021 de 157 milhões de passageiros para 156 milhões, depois de eliminar algumas operações devido a atrasos na entrega dos jatos 737 MAX encomendados da Boeing.

Essa previsão foi baseada no recebimento de 10 aeronaves MAX a tempo da temporada de verão do Hemisfério Norte. Anteriormente, a empresa reduziu as expectativas para 20 aeronaves recebidas em relação a 60 originalmente programadas e o presidente-executivo, Michael O'Leary, disse que pode precisar esperar até outubro pela primeira entrega do avião 737 MAX.

Analistas da Bernstein disseram que a Ryanair pode ser o primeiro sinal de recuperação dos lucros do setor aéreo.

"As companhias aéreas da UE, e especialmente as de curta distância, devem aproveitar enquanto as condições são boas. Com o Max ainda suspenso e o crescimento da capacidade em níveis mais baixos, isso pode indicar um melhor ambiente de produção durante o inverno (do Hemisfério Norte)", disse Bernstein em nota.