PUBLICIDADE
IPCA
0,64 Set.2020
Topo

Wall St recua após Fed falhar em reduzir preocupações sobre vírus

23/03/2020 12h26

Por Uday Sampath Kumar e Medha Singh

(Reuters) - Wall Street caía nesta segunda-feira, à medida que o coronavírus, que ainda se espalha rapidamente, força mais Estados norte-americanos a entrar em quarentena, eclipsando o otimismo decorrente de uma rodada sem precedentes de flexibilização pelo Federal Reserve.

Depois de reduzir os juros a quase zero e oferecer a compra de mais Treasuries e títulos vinculados a hipotecas na semana passada, o banco central dos EUA decidiu agora fornecer empréstimos estudantis e empréstimos com cartão de crédito, além de compras títulos de grandes empregadores.

Os movimentos sem precedentes elevaram brevemente os futuros dos EUA em mais de 3%, mas o número cada vez mais maior de mortos pelo Covid-19 e a crescente evidência dos danos econômicos às empresas rapidamente levaram os principais índices acionários de volta ao vermelho.

"Eles tentando absolutamente tudo", disse Scott Brown, economista-chefe da Raymond James.

"(Mas) esses esforços por si só não farão nada contra o vírus --esse é o grande problema. Ajudará, mas ainda precisamos de estímulo fiscal e precisamos muito disso. Precisamos dele voltado para as pessoas que vão estar realmente sofrendo."

Investidores esperavam que o Senado norte-americano fosse liberar um pacote de estímulo contra o coronavírus de mais de 1 trilhão de dólares no fim de semana, mas democratas e republicanos ainda estão com dificuldades para chegarem a um acordo.

Às 12:20 (horário de Brasília), o índice Dow Jones caía 3,17%, a 18.567 pontos, enquanto o S&P 500 perdia 2,788383%, a 2.241 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq recuava 1,54%, a 6.774 pontos.