PUBLICIDADE
IPCA
0,86 Out.2020
Topo

S&P 500 e Dow recuam após dados sombrios de pedidos de auxílio-desemprego

30/04/2020 12h20

Por C Nivedita e Shreyashi Sanyal

(Reuters) - Os índices acionários S&P 500 e Dow Jones caíam nesta quinta-feira, depois que um relatório sombrio de auxílio-desemprego nos Estados Unidos ofuscou o forte mês para as bolsas de valores em todo o mundo, mas balanços trimestrais encorajadores de Facebook e Tesla limitavam as perdas do Nasdaq.

Nove dos 11 principais setores do S&P 500 caíam, mas os declínios eram liderados pelos setores imobiliário, de serviços públicos e de consumo básico, considerados defensivos, sugerindo que o clima ainda estava a favor do risco.

O dramático estímulo monetário e fiscal dos EUA e esperanças de um renascimento da atividade empresarial --à medida que os Estados reabrem a economia-- impulsionaram um rali em Wall Street em abril, colocando o S&P 500 a caminho de seu melhor mês desde 1974.

Mas analistas alertam para outra liquidação, já que os dados econômicos sublinham a extensão do dano já causado pela pandemia, com investidores também cautelosos sobre o ritmo de uma recuperação após a iminente recessão.

Nesta quinta-feira, o Departamento do Trabalho dos EUA informou que os pedidos iniciais de auxílio-desemprego totalizaram 3,84 milhões na semana encerrada em 25 de abril, um dia após dados confirmarem a maior contração da economia norte-americana no primeiro trimestre desde a Grande Recessão.

Às 12h18, o Dow Jones caía 0,93%, a 24.403,96 pontos; O S&P 500 cedia 0,57%, a 2.922,86 pontos. E o Nasdaq perdia 0,1%, a 8.905,70 pontos.