PUBLICIDADE
IPCA
0,26 Jun.2020
Topo

Elétrica Energisa busca restabelecer sistemas após ser alvo de ataque cibernético

05/05/2020 15h03

Por Luciano Costa

SÃO PAULO (Reuters) - A elétrica Energisa, que controla distribuidoras de eletricidade em 11 estados brasileiros, teve diversos serviços aos clientes retirados do ar nos últimos dias, após sofrer um ataque cibernético, e ainda busca retomar alguns deles, incluindo um aplicativo e o site oficial da empresa.

O ataque ocorreu na madrugada de 29 de abril, mas não houve impacto ao fornecimento de eletricidade em nenhum momento, destacou a companhia, após questionamento da Reuters.

"A Energisa ressalta que comunicou o ataque cibernético às autoridades e está trabalhando com especialistas em segurança da informação na resolução do caso", disse a empresa em nota nesta terça-feira.

Em seu site, ainda indisponível na tarde desta terça-feira, a Energisa afirma que enfrenta "problemas técnicos" em servidores e que está "atuando em esquema de contingência" enquanto a equipe de tecnologia da informação trabalha para resolver a situação, sem mencionar um ataque cibernético.

"Os sistemas de atendimento aos clientes estão temporariamente indisponíveis", avisa a companhia no portal, destacando que tem trabalhado "com foco apenas nos serviços emergenciais, como falta de energia", através de seu call center e de atendimento virtual por meio do aplicativo WhatsApp.

Um aplicativo específico da companhia voltado para consumidores, o Energisa ON, segue fora do ar.

Em nota, a Energisa disse que "os principais serviços aos clientes foram retomados" e que segue trabalhando para normalizar as operações.

"Por medidas de segurança alguns sistemas de atendimento ao cliente precisaram ser desligados, como o app Energisa ON e o site, que deverão ser restabelecidos em breve", acrescentou a empresa, sem citar prazos.

Questionada pela Reuters, a Energisa não deu mais detalhes sobre o ataque que atingiu seus sistemas.

A Energisa atende cerca de 7,8 milhões de consumidores por meio de 11 distribuidoras de energia quem atuam em Minas Gerais, Sergipe, Paraíba, Rio de Janeiro, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Tocantins, São Paulo, Paraná, Acre e Rondônia.

A companhia, que apesar de ter ações em bolsa ainda é um grupo familiar, controlado pela família Botelho, de seus principais executivos, também possui investimentos em transmissão de energia e atua em serviços e comercialização de eletricidade.

Economia