PUBLICIDADE
IPCA
0,86 Out.2020
Topo

S&P 500 fecha em baixa por temor de ressurgimento de vírus com reabertura econômica

12/05/2020 17h44

Por Sinéad Carew

NOVA YORK (Reuters) - O S&P 500 recuou 2% nesta terça-feira, com investidores realizando lucros após um alerta do principal especialista em doenças infecciosas dos Estados Unidos de que medidas prematuras para reabrir a economia do país poderiam levar a novos surtos do coronavírus e atrasar a recuperação econômica.

O índice sofreu sua primeira queda em quatro sessões, enquanto investidores confrontaram o potencial de uma segunda onda de infecções pelo vírus com esperanças de que o afrouxamento das restrições de permanência em casa pudesse estimular uma recuperação na economia dos EUA --severamente abalada pelo vírus.

Anthony Fauci --renomado especialista em doenças infecciosas dos Estados Unidos e diretor do Instituto Nacional de Alergias e Doenças Infecciosas-- disse a um comitê do Senado dos EUA que os Estados deveriam seguir as recomendações dos especialistas de saúde para esperar sinais, como um declínio no número de infecções novas, antes de reabrirem.

"Existe um risco real de você desencadear um surto que não pode controlar e que, de fato paradoxalmente, causará um retrocesso, não somente levando a algum sofrimento e mortes que poderiam ser evitados, mas podendo até causar um retrocesso no caminho para se tentar uma recuperação econômica", disse Fauci.

Além disso, notícias de novos focos de infecções por coronavírus em países como China, Coreia do Sul e Alemanha, onde os bloqueios foram suspensos, pareciam aumentar as preocupações.

O otimismo em relação à recuperação econômica e massivas medidas de estímulo já ajudaram o S&P 500 a subir cerca de 34% entre a mínima de 23 de março e a máxima intradiária desta terça.

"Temos a ciência versus o Federal Reserve (Fed, banco central dos Estados Unidos). O Federal Reserve tem sido um apoio ao mercado... o que vai ganhar aqui?", disse Phil Blancato, executivo-chefe da Ladenburg Thalmann Asset Management em Nova York.

"Do ponto de vista científico, se abrirmos rápido demais, voltaremos para onde estávamos. Mas, se não abrirmos, temos esse mal-estar econômico."

Os três principais índices de Wall Street encerraram a sessão em torno das mínimas do dia. O Dow Jones recuou 1,89%, para 23.764,78 pontos, o S&P 500 perdeu 2,05%, para 2.870,12 pontos, e o Nasdaq caiu 2,06%, para 9.002,55 pontos.

(Reportagem adicional de Noel Randewich, Medha Singh e Devik Jain em Bengaluru)