PUBLICIDADE
IPCA
0,86 Out.2020
Topo

Itaipu abre vertedouro para ajudar países vizinhos a escoar safra de grãos

13/05/2020 15h31

RIO DE JANEIRO (Reuters) - A usina hidrelétrica de Itaipu vai abrir seu vertedouro a partir da próxima segunda-feira para elevar o nível do rio Paraná e ajudar o Paraguai e a Argentina, que sofrem com forte estiagem, a escoar a safra de grãos, informou a companhia em um comunicado nesta quarta-feira.

Itaipu disse que abertura do vertedouro durará inicialmente 12 dias e que não prevê prejuízo para a produção, já que a demanda continua baixa.

A decisão provém de um acordo entre os Ministérios das Relações Exteriores dos países envolvidos.

Antes da abertura do vertedouro, a usina binacional chegou a aumentar gradativamente a geração para atender argentinos --em meados de abril, os países fecharam um acordo para aumento de 1.400 metros por segundo na vazão do rio Paraná, a jusante da usina.

"Há mais de um mês, governos brasileiro, paraguaio e argentino vêm negociando maior produção da usina de Itaipu, que havia sido reduzida em função do desaquecimento da economia", destacou a hidrelétrica.

A medida, porém, não foi suficiente para melhorar o nível do rio Paraná na região de Rosario, principal porto agroexportador da Argentina, que voltou a pressionar por um novo aumento de vazão.

Até então, no entanto, o reservatório da hidrelétrica não possuía cota normal, de 219 metros acima do nível do mar, segundo Itaipu, o que dificultava as ações.

Agora, o reservatório foi recuperado, atingindo na semana passada 219,27 metros.

Nesta quarta-feira, segundo a Prefeitura Naval Argentina, o nível do rio Paraná na região do porto de Rosario é de 0,44 metro, ante média de 3,68 metros para o mês de maio.

O baixo nível do rio tem feito com que empresas agroexportadoras que atuam na Argentina, como Bunge e Cargill, carreguem navios do tipo Panamax --que costumam levar de 50 mil a 55 mil toneladas-- com cerca de 10 mil toneladas a menos.

(Por Rodrigo Viga Gaier)