PUBLICIDADE
IPCA
0,64 Set.2020
Topo

Azul tem prejuízo de R$ 2,9 bi no 2º tri afetada por pandemia e câmbio

Pandemia diminuiu a quantidade voos e afetou resultado econômico da Azul - Gianfranco Beting
Pandemia diminuiu a quantidade voos e afetou resultado econômico da Azul Imagem: Gianfranco Beting

Paula Arend Laier

Da Reuters, em São Paulo

13/08/2020 09h10

A Azul teve prejuízo de R$ 2,9 bilhões no segundo trimestre, revertendo lucro líquido de R$ 351,6 milhões registrado no mesmo período de 2019, em resultado fortemente afetado pelas medidas de isolamento social, além de efeito cambial.

"O segundo trimestre de 2020 foi, sem dúvida, o mais desafiador da história da aviação", afirmou o presidente da companhia aérea, John Rodgerson, no material de divulgação do balanço nesta quinta-feira.

No segundo trimestre, a receita líquida total somou R$ 401,6 milhões, um tombo de 85% sobre o faturamento de um ano antes. O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) ficou negativo em R$ 324,3 milhões, ante resultado positivo de R$ 733,2 milhões no segundo trimestre do ano passado.