PUBLICIDADE
IPCA
0,24 Ago.2020
Topo

Índices da China fecham na máxima em 5 semanas após injeções do BC

banco central da China emitiu empréstimos de médio prazo no valor de 700 bilhões de iuanes para instituições financeiras -  iStock / Getty Images
banco central da China emitiu empréstimos de médio prazo no valor de 700 bilhões de iuanes para instituições financeiras Imagem: iStock / Getty Images

17/08/2020 07h31

Os índices acionários da China fecharam no nível mais alto em mais de um mês hoje, depois que o banco central injetou novos fundos no sistema financeiro do país.

O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, subiu 2,35%, enquanto o índice de Xangai teve alta de 2,34%. Ambos chegaram ao maior nível de fechamento desde 13 de julho.

O subíndice do setor financeiro avançou 3,58%.

As ações de corretoras avançaram depois que a Bolsa de Valores de Shenzen informou na sexta-feira que o primeiro grupo de empresas registradas para listagem no índice de start-ups ChiNext de acordo com um sistema renovado de oferta pública inicial fará sua estreia em 24 de agosto.

Animando ainda mais o sentimento, o banco central da China emitiu empréstimos de médio prazo no valor de 700 bilhões de iuanes (R$ 546 bilhões) para instituições financeiro nesta segunda-feira, rolando cerca de 500 bilhões de iuanes (R$ 390 bilhões) com vencimento em agosto e injetando outros 150 bilhões (R$ 117 bilhões). O banco central deixou os custos de empréstimos inalterados.

. Em TÓQUIO, o índice Nikkei recuou 0,83%, a 23.096 pontos.

. Em HONG KONG, o índice HANG SENG subiu 0,65%, a 25.347 pontos.

. Em XANGAI, o índice SSEC ganhou 2,34%, a 3.438 pontos.

. O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em XANGAI e SHENZHEN, avançou 2,35%, a 4.815 pontos.

. Em SEUL, o índice KOSPI teve desvalorização de 1,23%, a 2.407 pontos.

. Em TAIWAN, o índice TAIEX registrou alta de 1,26%, a 12.956 pontos.

. Em SINGAPURA, o índice STRAITS TIMES desvalorizou-se 0,38%, a 2.571 pontos.

. Em SYDNEY o índice S&P/ASX 200 recuou 0,81%, a 6.076 pontos.

(Reportagem de Andrew Galbraith)