PUBLICIDADE
IPCA
0,86 Out.2020
Topo

S&P fecha em máxima histórica e confirma nova trajetória de alta apesar de pandemia

18/08/2020 18h07

Por Gertrude Chavez-Dreyfuss

NOVA YORK (Reuters) - O índice S&P 500 fechou em patamar recorde nesta terça-feira, recuperando-se das enormes perdas desencadeadas pela pandemia do coronavírus e coroando uma das mais dramáticas recuperações da história do índice.

O registro confirma, de acordo com uma definição amplamente aceita, que o índice mais seguido de Wall Street entrou em um mercado em alta ("bull market") depois de atingir sua mínima da pandemia em 23 de março. O S&P 500 sobe cerca de 55% desde então.

Isso torna o mercado em baixa ("bear market") que começou no final de fevereiro o mais curto da história do S&P 500.

Desde a mínima de fechamento de 23 de março, o S&P registrou o maior ganho em um período de 103 dias em 87 anos, de acordo com dados da Refinitiv.

Trilhões de dólares em estímulos fiscais e monetários deixaram Wall Street com farta disponibilidade de dinheiro, empurrando investidores ávidos por retornos ao mercado de ações. As ações da Amazon e de outras empresas relacionadas à tecnologia --setor de rápido crescimento-- têm sido vistas como as mais confiáveis ​​para superar a crise.

"O S&P 500 tem sido impressionante e criado muita riqueza, mas não tenho certeza se isso reflete a saúde geral da economia", disse Patrick Leary, estrategista-chefe de mercado da Incapital.

"O rali tem mais a ver com a inflação de ativos, que é alimentada por toda a liquidez e todo o apoio contínuo à economia, bem como pelo enfraquecimento do dólar", acrescentou.

Amazon, que subiu 4,1%, teve a maior alta no S&P 500.

Enquanto isso, o Nasdaq registrou seu 18º recorde desde o início de junho, quando confirmou sua recuperação da liquidação do coronavírus. O recorde de terça-feira foi seu 34º até agora neste ano, em comparação com 31 máximas em 2019 e 29 em 2018.

Dúvidas subjacentes sobre a saúde da economia, no entanto, persistiram na sessão desta terça-feira, com reações mornas aos resultados fortes de Home Depot e Walmart limitando os ganhos.

O Dow Jones caiu 0,24%, para 27.778,07 pontos, o S&P 500 ganhou 0,23%, para 3.389,78 pontos. E o Nasdaq Composite teve alta de 0,73%, para 11.210,84 pontos.