PUBLICIDADE
IPCA
0,24 Ago.2020
Topo

Exportação de diesel da China em julho tem mínima de 5 anos com baixa demanda externa

24/08/2020 08h32

PEQUIM/CINGAPURA (Reuters) - As exportações de diesel da China recuaram pelo quarto mês consecutivo em julho, atingindo o menor nível em cinco anos, com a fraca demanda no exterior devido à Covid-19 forçando refinarias na China a focar em consumidores domésticos.

A China exportou apenas 550 mil toneladas de diesel em julho, cerca de metade da 1,04 milhão de toneladas de junho e um terço da 1,58 mihão de toneladas de julho de 2019, mostraram dados da Administração Geral de Alfândegas na noite de domingo.

As exportações de gasolina recuaram 28% na comparação anual, para 1,12 milhão de toneladas, enquanto as de querosene de aviação recuaram 77%, para 320 mil toneladas.

Analistas esperam que a demanda por diesel na China, segundo maior consumidor mundial de petróleo, tenha um recorde neste ano, impulsionada pelas atividades de caminhões.

As margens de lucro de produção de diesel vinham ficando maiores que para gasolina neste ano até semanas recentes, uma vez que a atividade industrial se recuperou mais rapidamente que viagens domésticas com o alívio em restrições adotadas devido ao coronavírus.

Analistas da consultoria JLC esperam que as exportações de diesel e gasolina da China atinjam 1,56 milhão de toneladas e 1,37 milhão de toneladas, respectivamente, em agosto.