PUBLICIDADE
IPCA
+0,53 Jun.2021
Topo

Lucro trimestral do Bank of America recua com varejo, mas fica acima do esperado

19/01/2021 09h31

Por Noor Zainab Hussain e Imani Moise

BENGALURU/NOVA YORK (Reuters) - O Bank of America divulgou nesta terça-feira uma queda no lucro do quarto trimestre, mas ainda assim superou expectativas de Wall Street, com o desempenho da área de negociação compensando a fraqueza na unidade de varejo.

O lucro líquido aplicável aos acionistas ordinários caiu para 5,21 bilhões de dólares, ou 0,59 dólar por ação, no trimestre encerrado em 31 de dezembro, de 6,75 bilhões de dólares, ou 0,74 dólar por ação, um ano antes.

Analistas esperavam, em média, um lucro de 0,55 dólar por ação, de acordo com a estimativa do IBES da Refinitiv.

O segundo maior banco dos EUA em ativos, visto como um termômetro econômico, relatou uma queda de 13% na receita de banco de varejo, para 8,2 bilhões de dólares, citando taxas de juros mais baixas e uma queda na atividade de cartão de crédito.

A margem financeira (NII), uma medida-chave de quanto ele pode ganhar com os empréstimos, caiu 16%. O banco informou uma queda de 10% na receita geral, líquida de despesas com juros, para 20,1 bilhões de dólares.

Em um sinal de confiança na recuperação econômica, no entanto, o banco liberou 828 milhões de dólares de suas provisões para empréstimos inadimplentes.

"O pacote de estímulo mais recente, o progresso contínuo nas vacinas ... nos posiciona bem enquanto a recuperação continua", disse o presidente-executivo do BofA, Brian Moynihan.

A área de sales e trading do banco provou ser um ponto positivo, com a receita subindo para 3 bilhões de dólares, de 2,8 bilhões de dólares um ano antes, espelhando seus pares JPMorgan Chase & Co e Citigroup.

Separadamente, o BofA disse que seu conselho aprovou um programa de recompra de ações de 3,2 bilhões de dólares no primeiro trimestre, após receber luz verde dos reguladores para retomar as recompras no mês passado.