PUBLICIDADE
IPCA
0,87 Ago.2021
Topo

Bolsonaro nega reforma ministerial e diz que centrão sabe que não é hora para trocas

Bolsonaro nega reforma ministerial e diz que centrão sabe que não é hora para trocas - Reprodução/Flikr Palácio do Planalto
Bolsonaro nega reforma ministerial e diz que centrão sabe que não é hora para trocas Imagem: Reprodução/Flikr Palácio do Planalto

08/02/2021 18h51

O presidente Jair Bolsonaro negou nesta segunda-feira que haverá uma reforma ministerial em seu governo e, ao citar a "responsabilidade" do centrão, destacou que não é hora de fazer trocas.

Em entrevista ao programa Brasil Urgente, do apresentador José Luiz Datena, Bolsonaro reclamou de ver notícias publicadas na imprensa de que o centrão e outros partidos querem tirar militares que ocupam o primeiro escalão do governo.

"Isso não existe, a gente não está negociando", disse . "Não tenho nenhum ministério para eles", reforçou.

O presidente afirmou que o centrão tem responsabilidade e sabe como está a situação do Brasil. "Não é hora de trocar ninguém para atender a interesses políticos", destacou.

Após a chegada de Arthur Lira, ex-líder do PP, ao comando da Câmara, a discussão sobre uma eventual reforma ministerial no governo voltou a ganhar força.

Na entrevista, Bolsonaro confirmou que o ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, deve ser deslocado para a Secretaria-Geral da Presidência, cargo que está sendo ocupado por um interino desde o ano passado, quando da ida do então titular, Jorge Oliveira, para o Tribunal de Contas da União (TCU).

"A previsão é trazer o Onyx para cá (Secretaria-Geral) e colocar outra pessoa lá", disse ele, sem revelar quem iria comandar a Cidadania.

Um dos primeiros aliados de Bolsonaro, Onyx já foi ministro da Casa Civil, considerada a pasta mais importante no Palácio do Planalto.

PUBLICIDADE