PUBLICIDADE
IPCA
+0,93 Mar.2021
Topo

Liminar barra mudança em plano de saúde da Petrobras e pode afetar dividendos, diz FUP

FUP afirmou que um juiz concedeu decisão liminar para impedir mudanças na AMS da Petrobras - Adriano Ishibashi/Framephoto/Estadão Conteúdo
FUP afirmou que um juiz concedeu decisão liminar para impedir mudanças na AMS da Petrobras Imagem: Adriano Ishibashi/Framephoto/Estadão Conteúdo

Marta Nogueira

No Rio de Janeiro

14/04/2021 10h54

A FUP (Federação Única dos Petroleiros) afirmou hoje que um juiz do Tribunal Regional Federal da 1ª Região concedeu decisão liminar para impedir mudanças na AMS (Assistência Multidisciplinar de Saúde) da Petrobras, o que segundo a entidade que reúne sindicatos poderia afetar a distribuição de dividendos da estatal.

A liminar veio após pedido apresentado pela FUP.

Com a decisão, a FUP afirmou que a Petrobras está impedida de adotar qualquer deliberação em torno da distribuição de dividendos relacionados à reversão de provisões atuariais pertinentes ao plano de saúde AMS.

"Assim, o Agravo de Instrumento concedido em favor da FUP afeta diretamente a realização da assembleia (de acionistas) prevista para ocorrer nesta quarta-feira (14/4), com objetivo de efetuar a distribuição de dividendos, da ordem de 10 bilhões de reais, aos acionistas", afirmou a FUP.

A Petrobras disse que "a referida liminar foi reconsiderada pelo Tribunal e, portanto, não há qualquer impacto nas matérias a serem deliberadas na Assembleia Geral Ordinária (AGO), marcada para a data de hoje às 15h".