PUBLICIDADE
IPCA
+0,31 Abr.2021
Topo

'Hawks' do BCE deixam debate sobre aperto monetário de lado em reunião curta e calma

22/04/2021 13h54

FRANKFURT (Reuters) - As autoridades do Banco Central Europeu, que se reuniram nesta quinta-feira, não discutiram planos para as compras de títulos emergenciais do BCE a partir de junho e mesmo os 'hawks' da política monetária não repetiram seus apelos públicos pela redução do ritmo de impressão de dinheiro, disseram três fontes à Reuters.

O BCE decidiu continuar executando seu Programa de Compras de Emergência Pandêmica (PEPP, na sigla em inglês) no ritmo atual neste trimestre para manter os custos dos empréstimos estáveis para governos, empresas e famílias.

Embora essa decisão fosse esperada, analistas aguardavam pistas sobre o ritmo do PEPP depois de junho, após autoridades, incluindo o holandês Klaas Knot, levantarem a perspectiva de reduzi-lo.

As fontes disseram que o Conselho do banco apoiou a proposta do economista-chefe Philip Lane de reconfirmar a postura do BCE, incluindo as compras significativamente mais altas de títulos neste trimestre. Elas disseram que Knot não repetiu seu apelo pela redução das compras de títulos caso as condições econômicas permitissem.

Uma das fontes acrescentou que as autoridades concordaram antes de sua reunião em não discutir o caminho da política monetária a partir de junho e reservar essa discussão para quando novas projeções da equipe estiverem disponíveis.

A reunião foi curta e calma, com apenas breves menções à recente valorização do euro, acrescentaram as fontes.

Porta-vozes do BCE e do banco central holandês não quiseram comentar.

(Por Francesco Canepa e Balazs Koranyi)