PUBLICIDADE
IPCA
+0,83 Mai.2021
Topo

Butantan pode entregar 40 milhões de doses da ButanVac até fim do ano, diz presidente

27/05/2021 11h49

Por Maria Carolina Marcello

BRASÍLIA (Reuters) - O diretor do Instituto Butantan, Dimas Covas, manifestou nesta quinta-feira à CPI da Covid a expectativa de concluir rapidamente estudos clínicos da vacina ButanVac assim que houver autorização da Anvisa, para disponibilizar ao menos 40 milhões de doses do imunizante no último trimestre deste ano.

Em depoimento à Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), o diretor do instituto afirmou que na quarta-feira ocorreu uma conversa inicial entre representante do Butantan e o Ministério da Saúde sobre a vacina, mas ainda em fase preliminar.

Covas defendeu o uso do imunizante, principalmente a países pobres, por ter baixo custo e por integrar uma "segunda geração" de vacinas, além de poder incorporar novas variantes do coronavírus com facilidade.

O diretor do Butantan alertou ainda que o instituto, assim como outros laboratórios e desenvolvedores de vacinas, já consideram a possibilidade de reforços anuais da imunização contra o coronavírus.

Covas negou que o governo federal tenha direcionado recursos ao instituto para apoio ao desenvolvimento da vacina, assim como também disse não ter havido suporte ao desenvolvimento dos estudos clínicos da CoronaVac promovidos no Brasil.