PUBLICIDADE
IPCA
1,06 Abr.2022
Topo

Mester, do Fed, diz que situação na Ucrânia será considerada para definição da política monetária

24/02/2022 14h44

Por Jonnelle Marte

(Reuters) - O conflito que se desenrola na Ucrânia pode ter efeito sobre a economia dos Estados Unidos no médio prazo e deve ser levado em consideração quando as autoridades de política monetária do Federal Reserve removerem os estímulos, disse a presidente do Fed de Cleveland, Loretta Mester, nesta quinta-feira.

Esses eventos geopolíticos podem piorar a inflação e prejudicar o crescimento econômico no curto prazo, disse Mester, que tem voto neste ano nas decisões de política monetária do banco central dos EUA.

"As implicações da situação em desdobramento na Ucrânia para as perspectivas econômicas de médio prazo nos EUA também serão consideradas na determinação do ritmo apropriado para remover o estímulo", disse Mester em comentários preparados para evento virtual organizado pela Lyons Companies e pela Universidade de Delaware.

Mester reiterou sua visão de que o ritmo de aumento dos juros dependerá do que acontece com a inflação, devendo acelerar se a alta dos preços não se moderar até o meio do ano e desacelerar se a inflação arrefecer mais rápido do que o esperado.

Ela disse esperar que a inflação se modere em 2022 à medida que a demanda arrefece e as restrições de capacidade são resolvidas, mas permaneça acima de 2% neste ano e no próximo.