PUBLICIDADE
IPCA
1,06 Abr.2022
Topo

Alemanha pede para Opep aumentar produção e alerta contra lucros por sanções

Riham Alkousaa e Alexander Cornwell

21/03/2022 15h23Atualizada em 21/03/2022 16h02

O ministro da Economia da Alemanha, Robert Habeck, ecoou apelos ocidentais para que a Opep aumente a produção de petróleo e disse que os Estados do Golfo não devem lucrar com as sanções globais contra a Rússia por sua invasão da Ucrânia.

Os pesos-pesados da Opep, Arábia Saudita e Emirados Árabes Unidos, resistiram aos apelos ocidentais, inclusive dos Estados Unidos, para usar sua capacidade ociosa de produção de petróleo para controlar os preços que subiram quando a invasão provocou temores de interrupções no fornecimento.

"Não estou pedindo que se juntem às sanções... mas para não lucrarem com as sanções europeias e americanas", disse Habeck, que está em viagem ao Golfo para discutir suprimentos de energia de longo prazo, como hidrogênio e gás natural liquefeito.

A delegação alemã deverá manter conversas com o ministro de energia dos Emirados Árabes Unidos.

A Rússia é o maior fornecedor de gás para a Alemanha e Habeck lançou várias iniciativas para diminuir a dependência energética de seu país em relação a Moscou.