PUBLICIDADE
IPCA
1,06 Abr.2022
Topo

Preço do minério de ferro cai com promessa da China de reduzir produção de aço em 2022

19/04/2022 08h19

Por Enrico Dela Cruz e Min Zhang

(Reuters) - Os contratos futuros de minério de ferro nas bolsas de Dalian e Cingapura caíram nesta terça-feira, revertendo os ganhos obtidos no início da sessão, depois que um porta-voz do governo chinês disse que o país continuará reduzindo a produção de aço neste ano.

Além das preocupações com o cenário para a demanda pela principal matéria-prima siderúrgica, o centro de produção de aço da China, Tangshan, implementou outra rodada de lockdowns contra Covid-19 em quatro distritos por pelo menos três dias a partir de terça-feira, disse o governo local em comunicado.

O contrato de minério de ferro mais negociado para setembro na bolsa de commodities de Dalian encerrou as negociações diurnas em queda de 3,3%, a 887 iuanes (139,18 dólares) a tonelada, depois de atingir uma alta de duas semanas de 942 iuanes no início da sessão.

Na Bolsa de Cingapura, o contrato mais ativo de maio caiu 2,3%, a 151,35 dólares a tonelada.

A China reduzirá a produção de aço bruto neste ano, após já ter realizado um corte em 2021, em linha com sua meta de controlar as emissões de carbono, disse um porta-voz do planejador estatal da China, a Comissão Nacional de Desenvolvimento e Reforma.

As expectativas de novas medidas de apoio à segunda maior economia do mundo, que enfrenta riscos de uma forte desaceleração devido aos lockdowns e ventos contrários causados ​​pela guerra na Ucrânia, elevaram os preços do minério de ferro de Dalian em mais de 30% este ano.

O vergalhão de aço para construção na Bolsa de Futuros de Xangai caiu 0,4%, enquanto a bobina laminada a quente terminou a sessão estável. O aço inoxidável subiu 3%.

O carvão de coque de Dalian caiu 4,4% e o coque recuou 3,2%.

(Por Enrico Dela Cruz em Manila e Min Zhang em Pequim)