PUBLICIDADE
IPCA
1,06 Abr.2022
Topo

Multiplan segue conservadora, minimiza consolidação no setor de shoppings

29/04/2022 13h39

SÃO PAULO (Reuters) - A gestora de shoppings e empreendimentos imobiliários Multiplan vai manter a estratégia conservadora para fusões e aquisições, apostando em expansão do próprio portfólio, enquanto concorrentes formam a maior rede de centros comerciais do país.

A empresa, que atua no segmento de alto padrão e divulgou na noite da véspera lucro líquido de primeiro trimestre mais que três vezes maior sobre o mesmo período de 2021, vai continuar "crescendo verticalmente", disse nesta sexta-feira seu fundador e presidente-executivo, José Isaac Peres.

"A companhia examinou essa possibilidade", disse Peres em resposta a questionamento de analista sobre planos para fusões ou aquisições de shoppings pela Multiplan, não apenas de participações em ativos específicos.

"Nossa posição é conservadora. Às vezes certas aquisições que envolvem muitos shoppings não performam bem e têm grande peso...Nós evitamos", disse o executivo.

O questionamento ocorreu após o conselho de administração da rival brMalls recomendar aprovação pelos acionistas da proposta de fusão feita pela Aliansce. A oferta, se bem sucedida, formará a maior rede de shoppings do Brasil, com cerca de 70 empreendimentos e avaliada em mais de 12 bilhões de reais.

Atualmente, a Multiplan tem cerca de 20 shoppings e, segundo Peres, apenas um deles, em Ribeirão Preto, tem apresentado uma performance "crítica".

"A companhia (Multiplan) vai continuar desenvolvendo seus projetos, seus shoppings e suas expansões... O importante é ter qualidade. A gente não perde quando tem qualidade. Quantidade nem sempre representa um ganho", disse Peres.

Ele afirmou que a opção da Multiplan é fazer projetos associados com empresas que possuam shoppings com perfis parecidos com os da companhia.

Durante a conferência de resultados, Peres elogiou a rival Iguatemi, que também atua no segmento de alto padrão, mas não foi questionado a respeito de uma eventual parceria.

"O varejista sabe que para vir para o Brasil ele tem que falar conosco. Em determinadas coisas, ele também tem que falar com o Iguatemi, que é uma rede que hoje traz uma qualidade muito boa", afirmou o presidente da Multiplan.

Segundo ele, a consolidação de brMalls com Aliansce e o consequente maior poder de atração de lojistas "não é fator de preocupação" por conta da qualidade dos ativos da Multiplan.

Às 13h35, as ações da Multiplan subiam cerca de 6%. Enquanto isso, os papéis de brMalls e Aliansce avançavam 3% e 2,4%, respectivamente. As units do Iguatemi evoluíam 2,8%.

(Por Alberto Alerigi Jr.)