PUBLICIDADE
IPCA
0,67 Jun.2022
Topo

Michael Klein critica aumento de remuneração de diretoria da Via

14/07/2022 13h34

SÃO PAULO (Reuters) - O principal acionista e filho do fundador da varejista Via Michael Klein criticou duramente a administração da empresa pelo aumento da remuneração da diretoria em 2022.

Numa carta à assembléia de acionistas que aprovou a proposta, Klein diz que a remuneração de 105 milhões de reais teve aumento injustificado e que "o robusto pacote" não guarda correlação direta com a rentabilidade da companhia nos últimos anos, especialmente se comparada a concorrentes como Magazine Luiza e Americanas.

Apesar da abstenção de Klein e seus veículos de investimento, que detêm 10,2% do capital da companhia, a proposta de remuneração acabou sendo aprovada em assembléia no dia 8 de julho, que teve sua ata divulgada nesta quinta-feira.

Em documento também presente na ata, a Via chamou de "visões infundadas" as manifestações de Klein, com "equívocos" de ordem técnica, fática e lógica, questionando os índices de aumento citados por ele. Em comunicado, a empresa afirma que "as deliberações questionadas foram aprovadas em assembleias de acionistas".

A Via teve prejuízo contábil de 297 milhões de reais em 2021, enquanto o resultado operacional ficou positivo em 538 milhões de reais.

No ano passado, os papéis da Via acumularam um declínio em torno de 67,5%, contra 71% de Magazine Luiza e 58% de Americanas. Em 2022, contabilizam perdas de cerca de 52%, 60,5% e 46%, respectivamente.

(Por Tatiana Bautzer)